Telecurso Travessia

“Nonada. O diabo não há! É o que eu digo, se for… Existe é homem humano. Travessia”. A inspiração veio
de Riobaldo, personagem do ‘Grande Sertão: Veredas’, de Guimarães Rosa. Daí surgiu o nome do Telecurso
em Pernambuco.

Conheça

Foi a canção de Milton Nascimento e Fernando Brandt, porém, que se tornou hino para os mais de 210 mil estudantes já formados no Ensino Médio pelo programa, adotado desde 2007 como política pública de ensino pelo Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Educação. Desde 2010, o Telecurso atende também estudantes do Ensino Fundamental.

O Telecurso faz parte de um esforço pela melhoria da educação
em Pernambuco e contribuiu para a melhoria dos índices da rede pública. No estado, a taxa de defasagem idade-ano no Ensino Médio caiu de 70% dos alunos, em 2006, para 40% em 2013. No mesmo período, o índice de distorção no Ensino Fundamental diminuiu
de 62,10% para 35%.

A partir de um currículo único, de abrangência nacional, o Telecurso mergulha na cultura e nas características de cada região em que é implementado e as incorpora à dinâmica das aulas. Assim, o estudante vivencia o conhecimento a partir da sua própria experiência e é incentivado a ser protagonista de sua aprendizagem.

Mais de 7 milhões de estudantes já concluíram o ensino básico por meio do Telecurso e cerca de 40 mil professores já foram formados pela Metodologia Telessala, em todo o Brasil. Em 2001, o programa passou a ser usado como currículo de referência nacional para o
Exame Nacional para Certificação de competências de Jovens e Adultos (Encceja).

O Travessia atua em Pernambuco
Para os ensinos Fundamental e Médio
Mais de 210 mil estudantes formados
Jovem como protagonista
Queda na distorção idade-ano
Metodologia usa várias tecnologias
Empreendedorismo é incentivado
Programa fortalece a leitura e a escrita
Telecurso tem cursos complementares
Saiba mais
Jovens vão apresentar trabalhos baseados em "O Cortiço" e coral dará aula-concerto sobre frevo
Parceiros

O Telecurso Travessia é uma parceria entre o Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Secretaria de Estado de Educação, a Fundação Roberto Marinho e o Ministério da Educação (MEC).