Telecurso Azul Marinho

O Telecurso Azul Marinho leva a oportunidade de completar o Ensino Fundamental a moradores de comunidades caiçaras de Paraty. Com litoral acidentado, a região tem localidades acessíveis apenas por barco, em distâncias que chegam a quatro horas do centro da cidade.

Conheça

Implementado em parceria com a Prefeitura de Paraty, o Telecurso ganhou o nome de um prato típico da região – à base de peixe, banana verde e pirão – e está presente em seis comunidades.

Na metodologia Telessala, características regionais e locais são incorporadas à dinâmica das aulas, de forma que o estudante vivencie novas situações de aprendizagem a partir da sua realidade. O estudante é incentivado a interagir com o conhecimento acadêmico de maneira dinâmica e, assim, tornar-se protagonista de sua aprendizagem.

O professor atua como mediador e utiliza diversas tecnologias (livros, filmes, TV, rádio, Internet) e linguagens artísticas para tornar mais afetiva a aprendizagem e promover a cooperação entre os estudantes.

Em todo o Brasil, mais de 7 milhões de estudantes já concluíram o ensino básico por meio do Telecurso. Em 2001, o Telecurso passou a ser usado como currículo de referência nacional para o Exame Nacional para Certificação de competências de Jovens e Adultos (Encceja).

Utilização de linguagens artísticas
Ensino nas comunidades caiçaras
Moradores voltaram a estudar
Saiba mais
Parceiros

O Telecurso Azul Marinho é uma parceria entre a Prefeitura Municipal de Paraty, por meio da Secretaria Municipal de Educação, e a Fundação Roberto Marinho.