Telecurso Autonomia

O título de um dos clássicos de Cartola, somado aos ideais de Paulo Freire no livro ‘Pedagogia da Autonomia’
– o primeiro utilizado na formação de professores do Telecurso –, inspirou o nome do Telecurso no Estado
do Rio de Janeiro.

Conheça

Implementado em parceria com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Educação, desde 2009, o Autonomia trabalha a aceleração de aprendizagem dos estudantes do Ensino Fundamental (6º a 9º ano) e Ensino Médio.

O programa faz parte de um esforço pela melhoria da qualidade do ensino no estado e formou 63 mil estudantes de 2009 a 2014. No Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), o Rio de Janeiro saiu do 15º lugar, no ranking 2011/2012, para a 3ª colocação em 2013/2014. Em 2009/2010, o Rio era o 26º colocado, o penúltimo entre todos os estados e o Distrito Federal. Já a defasagem idade-ano caiu de 60%, em 2007 para 43%, em 2011.

Na metodologia Telessala, o estudante é incentivado a ser protagonista de sua aprendizagem e a interagir com o conhecimento acadêmico de maneira dinâmica, reflexiva e contextualizada. Características regionais e locais são incorporadas à dinâmica das aulas, de forma que o estudante vivencie novas situações de aprendizagem a partir da sua realidade.

Mais de 7 milhões de estudantes já concluíram o ensino básico por meio do Telecurso e cerca de 40 mil professores já foram formados pela Metodologia Telessala. Em 2001, o programa passou a ser usado como currículo de referência nacional para o Exame Nacional para Certificação de competências de Jovens e Adultos (Encceja).

Conteúdo do dia a dia usado em aula
Formatura: 60 mil formados
Telecurso estimula diálogo
Saiba mais
Uma grande celebração marcou a formatura de jovens que participaram do programa nos ensinos Fundamental e Médio
Parceiros

O Telecurso Autonomia é uma parceria entre o Governo do Estado do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Estado de Educação, a Fundação Roberto Marinho e o Ministério da Educação (MEC).